segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Morto de fome

«CAVACO SILVA está preocupado com a fome dos portugueses. Mas não de todos os portugueses: a fome de atenção de Manuel Alegre, por exemplo, não merece do candidato Cavaco uma única migalha.
Verdade que, para sermos justos, a triste condição de Alegre é responsabilidade exclusiva da dieta a que o próprio se impôs. O dilema era conhecido: como ser apoiado pelo Bloco e pelo PS sem se comprometer com nenhuma das partes? Alegre acreditou que era possível compensar tamanha falta de alimento com ataques sucessivos ao cozinheiro Aníbal. Infelizmente, não lhe ocorreu a hipótese funesta deo cozinheiro pousar os tachos. E de Alegre ficar, sozinho e famélico, a olhar para um prato vazio. E agora?
Agora, Alegre confessa que está ‘farto de se ouvir’, um sintoma clássico de subnutrição que merece ser socorrido. Estamos no Natal. E o Presidente da República, a título caritativo, devia conceder ao bardo uma palavra, um aceno, um leve sorriso. Não enche a barriga, é certo. Mas também, nesta história das presidenciais, só mesmo Cavaco é que tem a papinha feita.»

[ JPC, no Correio da Manhã ]

2 comentários:

APRNS disse...

Eis como um apoiante da Democracia, orgânica certamente, tenta branquear o comportamento anti democrático de Cavaco ao fugir à prestação de contas.
Para eles Cavaco está sempre bem. Mesmo quando tem conselheiros de estado como Dias Loureiro ou foi accionista da SLN, que detinha a 100% o BPN, banco fraudulento onde parte dos seus ministros tinham responsabilidades.
Se calhar é porque defende sempre os interesses deles! É um bom empregado, ou será "boy"?

António Ferreira disse...

Adoro estes comentários...Como adoro ler o Avante e o Jornal da Madeira. Sinto a pulsão popular, o ódio pelos políticos, pelas figuras do nosso imaginário público. Existe nestas pessoas virtudes infindáveis, soluções para tudo (é acabar com essa gente corrupta, não é?), os prazeres mesquinhos de abalar quem se manifesta. Existem sempre cabalas ocultas, esquemas fraudulentos. Confesso que este comentário é muito semelhantes ao de amigos meus, e acreditem gosto sinceramente de alguns deles, são boa gente.